Lídice, a primeira senadora mulher da Bahia

Deputada Federal

Lídice foi eleita pela primeira vez à Câmara Federal como Deputada Constituinte, em 1986, com a missão de colaborar na formatação da nova Constituição Brasileira. Integrou a “Bancada do Baton”, formada por apenas  26 mulheres, que juntas participaram ativamente na elaboração e aprovação de leis de garantia dos direitos das mulheres. Nesse período apresentou 196 emendas a nova Constituição Brasileira, tendo 31 aprovadas. Integrou a Subcomissão do Sistema Eleitoral e Partidos Políticos e da Partidária e Garantias das Instituições.Em 2007 disputou novamente mandato de deputada federal. Se elegeu com expressiva votação (188.927). Ficou entre os candidatos mais bem votados do estado, e em primeiro lugar  em Salvador. Na Câmara foi eleita presidente da Comissão de Turismo e Desporto (CTD), sendo a primeira mulher a dirigir esse colegiado, com destacada atuação.  Participou de forma decisiva da aprovação da Lei do Turismo, marco regulatório do setor.

Atuando de forma articulada tem sido uma importante aliada dos Governos Estadual e Federal, contribuindo para  a aprovação de importantes projetos para o desenvolvimento do Estado. Lídice tem um mandato voltado para defesa dos direitos da mulher, das crianças e dos adolescentes, da cidadania e promoção dos direitos humanos e geração de empregos. Também tem um forte trabalho na área do turismo, um segmento em  expansão no país, em especial na Bahia, que desponta com um dos vetores de crescimento da economia gerando mais emprego e renda para os brasileiros.

A deputada Lídice da Mata, tem um papel destacado no Congresso Nacional, onde foi eleita em 2009 coordenadora da Bancada da Bahia e apontada pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP) como uma parlamentar em ascensão. Destaque que é dado  aos deputados que vem recebendo missões partidárias, políticas ou institucionais e se desincumbindo bem delas.