Notícias

CPI cobra solução para sumiço de crianças em Natal

Publicada em 26/07/2014

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Pessoas do Senado cobrará solução para o desaparecimento de cinco crianças, entre 1998 e 2001, no bairro Planalto, na periferia de Natal. A decisão foi tomada nesta segunda-feira (3/12), em audiência pública da CPI, realizada na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Na ocasião, a presidente da comissão, Vanessa Grazziotin (PCdoB-AM), e o vice-presidente, Paulo Davim (PV-RN), criticaram a Polícia Civil do Estado, que não considerou a linha de investigação para fins de tráfico internacional de pessoas. Os senadores exigiram a presença da Polícia Federal e do Ministério Público Federal (MPF) nas investigações. Os senadores da Comissão pretendem se reunir com o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para cobrar envolvimento do governo federal e a participação da Interpol no caso.

O delegado-geral da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, Fábio Rogério Silva, admitiu a falta de estrutura do órgão, que vem diminuindo o efetivo. À frente da investigação desde 2011, o delegado Márcio Delgado causou constrangimento ao admitir que, porque teve “problemas pessoais”, “relaxou” nas investigações. Vanessa classificou a postura dele como “inadmissível”. “Estamos falando de vidas. E não apenas de uma vida, mas de cinco crianças de famílias diferentes que desapareceram há anos e até hoje nada foi elucidado”, disse. Durante a audiência, ocorreu o anúncio do 13º delegado que investigará o caso: o titular da Delegacia de Capturas (Decap), Ben-Hur Medeiros.

Suspeitos – Em Natal, diante dos familiares das crianças, o representante do Ministério Público estadual, promotor Jovino Pereira, revelou que o estadunidense Jeffrey Alan Preuss e a brasileira Arlete Cury Mahs são os principais suspeitos de terem raptado os menores. Segundo o promotor, consta nos autos que o casal teria embarcado para São Paulo, na companhia de outro casal potiguar, com sete crianças.

O primeiro delegado do caso, Elói Carvalho Xavier (que foi afastado) diz que chegou a investigar o casal — que foi visto no bairro Planalto, onde supostamente fazia “caridade”. Geraldo Pereira dos Santos — pai de Joseane Pereira dos Santos, desaparecida em janeiro de 1999, quando tinha 8 anos — disse que a filha dormia na casa de uma vizinha, chamada Sandra, quando foi raptada. Os outros desaparecidos são Moisés Alves da Silva (levado com 1 ano e 7 meses, em 1998), Yuri Tomé Ribeiro (que tinha 2 anos em janeiro de 2000), Gilson Enedino da Silva (com 2 anos em abril de 2000) e Marília da Silva Gomes (também levada aos 2 anos, em dezembro de 2001).

A CPI realizará a próxima audiência em Manaus, no dia 10. O relatório final, a cargo da senadora Lídice da Mata (PSB-BA), deve ser concluído até o dia 18.

 

Leia também:  Senadora vê indícios de tráfico de crianças

Jornal do Senado, com Assessoria de  Imprensa

Multimídia

Confira aqui alguns vídeos, entrevistas e fotos que mostram o trabalho de Lídice da Mata e acompanhe seus passos.

Acessar Multimídia

Receba informativos por e-mail

Câmara dos Deputados – Praça dos Três Poderes

(61) 3215-5913 / 3215-3913 / 3215-1913 / 3215-2913 (fax)

Anexo IV - 9° andar, Gabinete 913
CEP 70160-900 - Brasília - DF

Escritório de Apoio Parlamentar

(71) 3036-4063 e 3240-3326

lidice@lidice.com.br

Rua Jacobina, 64. Salas 101/102, Edf.Empresarial Rio Vermelho
CEP 41940-160 Salvador - BA

Acompanhe nas redes sociais