Notícias

Lídice da Mata: mensagem de Temer foi frustrante

Publicada em 06/02/2018

Em entrevista, a senadora Lídice da Mata (PSB-BA) classificou como frustrante a mensagem do Presidente da República, Michel Temer, ao Congresso, indicando as prioridades do governo para o ano de 2018. Ela afirmou que a principal citação foi a defesa da aprovação da reforma da Previdência que, segundo a senadora, é rejeitada por 70% da população. Lídice criticou também o discurso do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, que “apenas repetiu o receituário do governo federal que vende a reforma da Previdência como solução para todas as mazelas que atingem o povo e a economia brasileira”. Ela comentou ainda a lembrança do presidente do Senado, Eunício Oliveira, aos 30 anos de aprovação da Constituição brasileira. Para Lídice, os 30 anos serão comemorados “rasgando-se parte da Carta”, com a aprovação da reforma trabalhista e a ameaça da reforma da Previdência, avançando “essa fúria contra a Constituição Cidadã, contra as garantias de direitos trabalhistas, coletivos e individuais” que a Carta Magna assegurou.

 

Já em discurso no Plenário do Senado, Lídice também criticou outros pontos da mensagem encaminhada por Temer ao Congresso Nacional. Para a senadora, o que o Executivo classifica como “avanços da economia” são, na verdade, retrocessos, como por exemplo a reforma trabalhista e a Emenda Constitucional 95, do teto dos gastos públicos. Sobre a proposta de reforma da Previdência, também defendida na mensagem presidencial, Lídice lamentou os elevados gastos em publicidade que o Planalto tem realizado em defesa da proposta. “Anunciam, como grande panaceia de salvação da economia nacional, votarmos a reforma da Previdência, que tem mais desaprovação do que o próprio Presidente da República, por incrível que pareça, usando dinheiro público para anunciá-la o que já foi condenado pelo Judiciário”, criticou.

 

De acordo com a senadora, as peças publicitárias que o governo está veiculando passam a ideia errada de que a reforma da Previdência deverá acabar com a aposentadoria dos privilegiados. “A maioria deles [dos parlamentares favoráveis à reforma é milionária] está e chegou a este Congresso com muito dinheiro, seu ou de quem os financiou. Eles já têm suas aposentadorias privadas polpudas para se proteger disso que eles chamam de uma reforma que vai igualar os desiguais no Brasil. Mentirosos e cínicos”, disse Lídice. Confira o pronunciamento:

 

Veja também: Projetos nas áreas de economia e segurança terão prioridade no Senado

Segurança pública não tem proposta clara do governo federal, diz Lídice da Mata

 

06/02/2018 – Com informações do Portal Senado Notícias 

 

Tags

: > > > > > > > > > > > > > >

Multimídia

Confira aqui alguns vídeos, entrevistas e fotos que mostram o trabalho de Lídice da Mata e acompanhe seus passos.

Acessar Multimídia

Receba informativos por e-mail

Gabinete do Senado Federal

(61) 3303-6408 / 3303-6414 (fax)

lidice.mata@senadora.leg.br

Ala Senador Teotônio Vilela, Gabinete 15 - Anexo 2 Senado Federal CEP 70165-900 - Brasília - DF

Escritório de Apoio Parlamentar

(71) 3240-3455 e 3240-3326

lidice@lidice.com.br

Rua Jacobina, 64. Salas 101/102, Edf.Empresarial Rio Vermelho
CEP 41940-160 Salvador - BA

Acompanhe nas redes sociais